16 outubro 2008

Coitadiiiiiinhos


"Metade dos jovens têm poucos conhecimentos sobre locais onde podem adquirir contraceptivos"
(in Público)

Já para arranjar brocas parece não haver tantas dificuldades.

Engraçado que demonstrem menos dificuldade em encontrar um produto de venda proibida que um que se vende em supermercados e farmácias. Mais um exemplo de nacional-coitadismo disfarçado de preocupação social.

4 Commets:

Blogger Izzi said...

LOL...gostei da dica das brocas...mas tens razão. Ainda ontem estava um grupinho de adolescentes no metro, em que um deles me parecia que fazia exactamente uma...Infelizmente o que é certo é que essa notícia do Público é real. Não é nacional-coitadismo é tristeza mesmo.

8:07 da tarde  
Blogger Tarzan said...

Exacto! Só que acho que o discurso do "coitadinho" não resolve a "tristeza". Filhos e pais têm de se sentir responsabilizados pelas suas próprias acções e educação. Lendo estas notícias fica-se com a sensação de que foi o Estado que não preparou algum programa público ou que algum ente diabólico anda por aí a desviar as crianças. Sentimo-nos bem quando nos dizem que a culpa não é nossa...

1:01 da manhã  
Blogger Izzi said...

Sim, é bem verdade. Eu bem vejo o que se passa à minha volta e isso é a completa desresponsabilização dos pais para com os seus filhos. Uma coisa impressionante. Preferem passar o dia a trabalhar para pagarem os empréstimos que arranjaram para poderem TER coisas, que se esquecem que isso não é o mais importante numa família. Em vez de quererem ter uma casa e um carro e umas férias não sei onde, deviam pensar mais em viver com a própria família e transmitir valores e educação aos descendentes.

2:21 da manhã  
Blogger alf said...

os contraceptivos a que se refere a notícia não saõ preservativos, serão DIU e as pilulas contraceptiva e do dia seguinte. Não estranho que uma adolescente não saiba estas coisas que são usadas apenas por quem faz sexo regularmente.

Penso que os preservativos femininos, que já existiram e depois desapareceram, não sei se actualmente existem ou não, deveriam merecer mais atenção, pois me parece ser o melhor processo anticoncepcional para adolescentes que fazem sexo apenas eventualmente.

8:24 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home