10 novembro 2008

Mentiras convenientes


Título:
«Estudo associa linhas de alta tensão a risco de desenvolver Alzheimer»


No corpo da notícia pode ler-se:

«Porém, estes investigadores sublinham que o seu trabalho não permite concluir definitivamente que os campos magnéticos das linhas de alta tensão estejam realmente na origem de um risco acrescido de Alzheimer. Até agora só podem ser avançadas hipóteses sobre o mecanismo que poderá levar os campos magnéticos a aumentar o risco de desenvolver a doença.»

Transforma-se uma não-notícia em notícia escrevendo no título o oposto do que essa não-notícia diz. É o chamado jornalismo das causas.

1 Commets:

Blogger Izzi said...

Muito frequente, infelizmente... No que diz respeito a "notícias" sobre saúde, acho melhor as pessoas não darem qualquer atenção aos noticiários (não percebem metade daquilo que supostamente noticiam...)

8:02 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home